segunda-feira, 29 de maio de 2017

Troféu CPDK de Santo Huberto 2017


O Clube Português do Deutsch Kurzhaar leva a efeito o seu Troféu de Santo Huberto 2017. 
Este troféu será composto por 3 contagens, a realizar nos dias:
- 8 de Julho, em Sines
- 2 de Setembro, em local a designar
- 4 de Novembro (integrada da Monográfica da raça), em local a designar

O regulamento da prova será o "Regulamento do Troféu de Stº Huberto CPDK", que poderá ser consultado AQUI.

Taça da FCPBI 2017, 1ª contagem - Resultados

Teve lugar ontem no Casteleiro, inserida na Feira da Caça daquela localidade, a 1ª contagem da Taça de Santo Huberto da Federação da Caça e Pesca da Beira Interior 2017.
Presentes 6 concorrentes, sendo 4 a disputar a referida taça e 2 como participantes.
Julgaram a prova os juízes Fernando Fonseca e José Caetano.

Resultados:



1º Jorge Silva, SI
2º Carlos Paiva, EB
3º Manuel Agonia, BA



(Fonte: página do facebook da FCPBI)

Apuramento da RA dos Açores p/ Cº Nacional, Fencaça - Resultados

Decorreu no passado fim de semana, na Ilha Terceira, o apuramento da Região Autónoma dos Açores para a final do Campeonato Nacional, na Madeira.
A prova decorreu apenas no domingo, uma vez que as condições atmosféricas não permitiram a realização da prova de sábado. 

Estiveram presentes os juízes Eduardo Gomes e António Moreira, que julgaram uma série de 11 concorrentes.
Ficaram apurados para a Final:


José Paulo Rodrigues
Pedro Araújo
José Pedro Pacheco
José Santos





A Fencaça agradece uma vez mais à Associação Terceirense de Caçadores, na pessoa do Sr. Silveira, pelo apoio dado à organização.

(Informação gentilmente cedida por Fencaça)

Considerandos



Quando iniciei o Blogue Santo Huberto, o meu principal objectivo era este vir a ser uma fonte de informação sobre as provas que se iam realizar. Nesse tempo (e a maior parte das vezes), quando se tinha conhecimento destas, as mesmas já tinham acontecido.
Com o tempo fui disponibilizando mais informação. Foram os regulamentos, os estalões de trabalho das várias raças, os resultados, fotografias, vídeos, etc. 

Como sempre fui mais de intervir do que de assistir sentado, houve um altura em que tive a veleidade de pensar que manisfestando a minha opinião poderia, de alguma forma, ajudar a melhorar algumas  das coisas que me pareciam menos correctas. Isso apenas me valeu arranjar alguns inimigos, que não entendendo de que apenas se tratavam de opiniões pessoais (e que valiam o que valiam), acharam que eu estaria a pôr em causa o seu estatuto e/ou Status Quo. Parece que cada opinião que eu dava, era sempre para atingir alguém. Pois, porque havia sempre alguém a quem a carapuça servia...

Como não ando no Santo Huberto para arranjar inimizades, muito pelo contrário, e sendo conhecedor da natureza humana, acabei com as publicações do "Politicamento in-correcto". Serviram, contudo, para aprender e conhecer algumas pessoas na sua verdadeira essência. E quando digo pessoas, refiro-me até a alguns concorrentes.
Bom, o que lá vai, lá vai. Não sou de carpir máguas e a água nunca passa duas vezes por de baixo da mesma ponte.

Presentemente limito-me a anunciar as provas e os seus resultados. Coisa inócua, mas que ainda assim às vezes gera controvérsia. Aprendi a guardar para mim os meus pensamentos (embora por vezes não seja fácil), partilhando-os apenas com os mais próximos.
Reconheço que o Santo Huberto atravessa uma fase algo conturbada. Alguns dos seus problemas são universais, porque têm a haver com natureza humana. Aliás, diria até que são transversais, pois reflectem um pouco a sociedade em que vivemos. Mas o que me custa mesmo, é que alguns dos problemas ainda são os mesmos de há 10 anos atrás. E outros regressaram, depois de já terem sido banidos.

Somos um país pequeno, mas não é preciso sermos pessoas "pequenas", nem pensar pequeno. Sou adepto do diálogo. Será muito difícil as pessoas (organizadores, concorrentes, juízes), sentarem-se à mesma mesa e falarem? Será algo tão complicado que não possa ser executado?
A nossa capacidade de diálogo esgota-se nos silêncios e/ou nos monólogos. As tentativas de arregimentar apoios, por vezes, apenas criam ilhas que nos isolam. 
Façam o que fizerem, não usem o Santo Huberto como arma de arremesso.

Citando Fernando Pessoa: "Pedras no meu caminho? Guardo-as todas, um dia vou construír um castelo"
Pois eu diria: Pedras no meu caminho? Guardo-as todas. Um dia vou contruír uma ponte!

Saudações santo-hubertistas e lembrem-se que, na hora do "passa culpas", há algumas coisas que apenas dependem de nós.

domingo, 28 de maio de 2017

1º Grande Prémio Serra da Cabreira - Vieira do Minho


No coração do Minho, em Vieira do Minho, realiza-se no dia 15 de Julho o "1º Grande Prémio Serra da Cabreira" de Santo Huberto.
Numa organização do Clube de Caça e Pesca de Vieira do Minho, pretende este que seja um ponto de reunião dos santo-hubertistas de todo o país, para um fim de semana dedicado a esta nobre modalidade.

Dependendo do numero de inscritos, está aberta a possibilidade da participação com dois cães.



O CCPVM disponibiliza o alojamento nas suas instalações para aqueles concorrentes que se deslocarem de mais longe e quiserem ir na véspera.
Informações e inscrições: Jorge Travessa, tlm- 966 895 753.

1º Troféu Cidade de Fafe - Resultados

Decorreu ontem o 1º Troféu Cidade de Fafe. A organização esteve a cargo da Associação de Caça e Pesca Montes de Fafe, com o importante apoio da autarquia local.

A concentração teve lugar na sede da associação, em Pardelhas, onde foi servido o pequeno almoço e realizado o sorteio da séries.
Presentes 24 conjuntos, sendo de realçar a participação de 8 caçadores locais, sócios da associação. O ano passado haviam sido apenas 3 e este ano as incrições mais do duplicaram. Quer isto dizer que o Santo Huberto, quando acarinhado pelas colectividades, tem a capacidade de mobilizar novos praticantes.

Os campos eram em plena serra, com muita boas condições para a pratica da modalidade, quer em extensão, quer em tipo de vegetação. 
O tempo esteve fresco, com bom vento, embora o denso nevoeiro que se fez sentir nas primeiras horas, tenham obrigado a começar a prova com algum atraso.

Foram formadas duas séries, julgadas pelos juízes Agostinho Guimarães e Jorge Travessa. Passaram à uma barrage final os 3 primeiros de cada série, ficando a classificação assim ordenada:


1º Mário Brito, PP
2º Carlos Pires, P
3º Pedro Ribeiro, P
4º Luís Gonçalves, P
5º Sílvio Pires, P
6º Sérgio Afonso, P



Série dos locais:
1º David Silva
2º Pedro Silva
3º Alberto Pirolito





O almoço e a entrega dos prémios tiveram lugar numa unidade hoteleira do concelho, tendo sido servido a típica Vitela Assada daquela região.
Mais uma vez a ACPMF foi um exemplo de empenho por parte dos seus directores, que tudo fizeram para receber bem e sem falhas.

terça-feira, 23 de maio de 2017

2º Troféu Alto Douro - S. Martinho de Anta, Sabrosa




Realiza-se no dia 17 de Junho, em S. Martinho de Anta, Sabrosa, o 2º Troféu Alto Douro. 
Esta prova servirá também de 4ª contagem para o Campeonato Regional da FACIRC 2017.







O troféu terá a seguinte orgânica: 
- Haverão duas, ou três, séries para participantes habituais, havendo uma barrage final para definir os três primeiros classificados e com 3 prémios em disputa. 
- Em paralelo, haverão também duas séries para iniciados do Concelho de Sabrosa, com uma barrage para apuramento dos três primeiros classificados e também com 3 prémios em disputa.
- O 2º Troféu Alto Douro será disputado numa barrage final, entre o vencedor da cada uma das barrages anteriormente disputadas.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Troféu Cidade da Mêda - Mêda




Inserido no programa do 4º Encontro Ibérico Cidade da Mêda, realiza-se no dia 17 de Junho, o Troféu Cidade da Mêda de Santo Huberto.
A prova será organizada pela APBC, Associação Portuguesa de Biodiversidade e Cinegética.

Brevemente será divulgada mais informação.