domingo, 10 de março de 2013

Prova de Homenagem a José Pedro Leitão - Resultados

Realizou-se hoje a prova de homenagem a José Pedro Leitão. Esta prova, inciativa da sua filha Mafalda e com o patrocínio da Oestecaça,  juntou em Dois Portos muitos amigos, de vários pontos do país, ligados ao Santo Huberto e aos cães de parar.
Presentes 37 concorrentes, distribuídos por quatro campos. Os terrenos, muito característicos daquela região do Oeste, eram amplos embora com pouco coberto, normal nesta época do ano e também pelas condições atmosféricas que se têm verificado nos últimos meses. Aliás, o fortíssimo vento que se fez sentir todo o dia, não facilitou a vida a ninguém e evitou que se registassem grandes performances.
Foram juízes da prova: Manuel Brás, Joaquim Rosa, João Lisa, João Bessa, Jorge Rodrigues, Paulo Filipe, Agostinho Guimarães, Samuel Lourenço, José Fonseca, José Gonçalves e A. Leal.
Resultados:

Série A
1º Joaquim Belchior
2º Rui Bonito
3º Carlos Guilherme
4º José Silva
5º César Sousa
6º Victor Assis
7º Cremildo Marques
8º António Silva
9º António Oliveira

Série B
1º Luís Delgado
2º José Herculano
3º Nuno Tiago
4º Luís Figueiredo
5º António Alves
6º Gualter Furtado
7º Carlos Ferreira
8º Sérgio Fernandes
9º Sílvio Pires

Série C
1º Fernando Henriques
2º Luís Silvestre
3º Rui Pinto
4º Sérgio Sousa
5º Eduardo Serralheiro
6º Carlos Lopes
7º João Pereira
8º Rui Jorge
9º Nuno (Arranhó)
10º Marcolino Pedro

Série D
1º Paulo Vale
2º Helder (Arruda)
3º Carlos Borrego
4º António Matias
5º Alberto Henriques
6º Correia da Silva
7º Carlos Paiva
8º Élio Piriquito
9º Pedro Jorge



Barrage:
1º Joaquim Belchior, P
2º Paulo Vale, BA
3º Fernando Henriques, EB
4º Luís Delgado, BA





O almoço de confraternização foi no restaurante O Caçador, juntando cerca de cem pessoas de vários quadrantes que se quiseram associar a esta iniciativa.
No final a Mafalda brindou-nos com um filme que reproduziu o percurso do Zé Pedro, não só como juiz de provas, mas também como ser humano e (sobretudo) como pai! Foi um momento comovente que não deixou ninguém indiferente e que fez rolar algumas lágrimas...


 Pela minha parte pessoal, quero agradecer publicamente ao Zé Pedro toda a sua disponibilidade e dedicação com que nos brindou ao longo de um quarto século como juiz de provas de cães de parar e de Santo Huberto.