quarta-feira, 4 de março de 2015

Santo Huberto nos Açores


 A situação do Santo Huberto nos Açores é preocupante! Dada a proíbição por parte da DRRF da circulação de cães de caça, incluindo nos campos de treino, devido à epidemia de Febre Hemorrágica que assola a população de coelho bravo naquela região, a organização de provas este ano está sériamente em risco.

Os Açores sempre tiveram grande tradição e aficcion pela modalidade do Santo Huberto, personalizada por tantos concorrentes (que chegaram a ser 60!), e que, para além de participarem nos campeonatos regionais, participavam também nas provas nacionais. Ninguém pode olvidar a dificuldade e o custo acrescido das deslocações que estes companheiros (a exemplo, aliás, dos da Madeira), fazem para poderem fazer as provas. Quer inter-ilhas, quer no continente.

Os Açoreanos, que sempre nos brindaram com a sua presença, estão agora impedidos de fazer aquilo que mais gostam. Neste momento apenas me posso solidarizar com a sua situação e fazer votos para que o problema se resolva o mais rápido possível. 

Aqui, esperamos sempre por vós!

Saudações Santo Hubertistas.