segunda-feira, 11 de junho de 2018

III Troféu do Chícharo, Alvaiázere - Resultados



Realizou-se no passado fim de semana o III Troféu do Chícharo, em Alvaiázere. Esta prova, que já se tornou emblemática do Santo Huberto em Portugal, é sempre sinónimo de um grande convívio entre amantes da modalidade, portugueses e espanhóis. Mais uma vez não saímos defraudados e a organização esteve acima das melhores espectativas.

As previsões meteorológicas para o fim de semana não eram tranquilizadoras, o que se veio a verificar no domingo com um dia de muita chuva, porém no sábado o tempo esteve muito bom e de feição. As temperaturas baixas em ambos os dias, por si só, não proporcionaram grandes prestações. As perdizes, muito jovens, ressentiram-se da humidade e da chuva intensa, fazendo com que muitas não tivessem capacidade de voo. Facto a que a organização foi alheia e fruto do clima.

Presentes 22 concorrentes, que foram distribuídos por 3 séries. Os terrenos da prova eram de boa qualidade e já conhecidos da maioria dos concorrentes. A orgânica e a logística foram irrepreensíveis. A forma com o transporte para os campos foi ocorrendo, levou a que as provas em ambos os dias terminassem por volta das 12.30h. 
Foram juízes deste troféu, Joaquim Rosa, Fernando Fonseca e Paulo Filipe.

Passaram à barrage final o primeiro classificado de cada série, ficando a classificação do pódio assim ordenada:



1º Paco Lopez, EB
2º Rui Vaz, SI
3º Marco Alcobia, P








Os restantes lugares foram definidos pelas pontuações obtidas em cada série.
Troféu para o cão mais pontuado: Trufa, EBF, de Paco Lopez.




Falar desta prova sem falar em todo o seu envolvimento seria um "pecado". Quem já passou pelas provas que o Clube de Caçadores do Concelho de Alvaiázere organiza não ficará surpreendido, porém nunca será demais referi-lo. O seu a seu dono, e desta vez excederam-se! Qualquer um de nós, em Alvaiázere, sente sente em sua casa. A forma como o seu staff nos recebe, não tem paralelo. Esta vez não seria uma excepção. Não sei como eles ainda me conseguirão surpreender, mas não será fácil.
Em meu nome pessoal (e penso que posso falar por todos), o meu muito obrigado.






E nem as lembranças personalizadas faltaram para todos os participantes.



                                         


               
Lanches...                                  


                                                 "Pequenos almoços"... 


E os alunos do curso de Restauração da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó que também se associaram ao evento, com a sua prestimosa colaboração. 
Resta-me dizer: - "Até para o ano, amigos!"