domingo, 24 de junho de 2018

Prova de beneficência a favor dos BV de Alvaiázere - Resultados

(Autora do vídeo: Mafalda Rodrigues Leitão)


Este ano foi assim... Não foi apenas mais um ano, nem apenas mais uma prova de beneficência. O seu desígnio era tão grande, quanto o nosso agradecimento.

Foram 62 os conjuntos que disseram "presente" nesta prova e muitos mais, que não podendo estar presentes, não deixaram de contribuir através de donativos, ofertas e/ou mensagens de apoio. Uma vez mais a Mafalda rodeou-se dos seus amigos para organizar um dia que perdurará nas nossas memórias santohubertistas.




Começaram a chegar cedo a Alvaiázere, vindos dos quatro cantos de Portugal continental e até da RA da Madeira. A tarefa de organizar toda a logística da prova não se afigurava fácil, uma vez que, pelo numero de participantes, adivinhava-se um grande desafio. Seriam formadas 6 séries, com uma apenas para iniciados. Como havia a possibilidade de uma segunda inscrição com outro cão e com o sorteio a ser feito já no terreno, passo a passo, lutavamos ainda contra o tempo, pois as previsões meteorológicas de calor não eram animadoras. Tudo decorreu com uma organização e fluidez assinalável, contando com a imprescindível ajuda dos membros da Secção de Santo Huberto do Clube de Caçadores do Concelho de Alvaiázere, que colocaram todo o seu know-how ao serviço desta prova. No local da concentração não faltava nada, desde uma infraestructura de apoio para os concorrentes, até duas "piscinas" para refrescar os animais.

Julgaram a prova os juízes: José Pedro Leitão, João Paula Bessa, Jorge Rodrigues, Paulo Filipe, Sandra Esteves e Mafalda R. Leitão.
Passaram à barrage final o primeiro classificado de cada série, ficando a classifcação geral assim ordenada:

1º César Sousa, EB
2º André Costa, BA
3º David Faria, SI
4ºJoão Pereira, BA
5º Vitor Abreu, SI
6º Alexandre Magalhães; BA
7º Rui Bonito, BA (melhor segundo das séries)




Nesta prova tivemos ainda uma estreia no Santo Huberto. E logo uma senhora que tirou há pouco tempo a carta de caçadora, a Sílvia, mas que até conseguiu um brilhante 3º lugar na série dos iniciados. Espero que esta seja a primeira de muitas provas.







O almoço e a entrega dos prémios, bem como a cerimónia oficial de entrega do donativo, tiveram lugar no Pavilhão de Caça do Clube de Caçadores, onde uma vez mais, e numa atitude de verdadeiro altruísmo,, foram os membros daquela corporação de bombeiros que nos serviram uma bela refeição. Nunca será de mais realçar a sua cooperação.



A montra de prémios era imensa. Foram muitas as entidades colectivas e individuais que se quiseram associar a esta iniciativa.  Houveram prémios para todos, alguns de grande valor, como foi o primeiro prémio, que era "apenas" uma arma de caça.




Seguiram-se os sempre sentidos e comovidos discursos e agradecimentos, mas mais importante foi a carga simbólica que rodeou todo o aquele momento. Houveram aplausos, risos, mas também lágrimas. Afinal, tudo aquilo de que se compõe a Vida...





Ninguém saiu dali indiferente, mas muito terão saído diferentes. Quando a palavra "solidariedade" se consegue usar em ambos os sentidos, faz de quem usa um privilegiado. Neste sábado todos nos sentimos um pouquinho mais úteis!
Obrigado Bombeiros Voluntários de Alvaiázere, obrigado Clube de Caçadores de Alvaiázere e obrigado Mafalda, por mais uma vez teres tido esta iniciativa.




No final foi entregue um cheque simbólico ao representante dos BV de Alviázere no valor de 2.000€. A nossa pequena contribuição para tão grande desígnio.



 Termino apenas com uma palavra: OBRIGADO!